segunda-feira, 12 de maio de 2014

Série TEÓLOGOS DE SUCESSO: Walter Kasper





Biografia

Kasper fez estudos no ginásio de Ehingen an der Donau em 1952, após realizou estudos de filosofia em Tubinga e Mônaco, que concluiu em 1956, foi ordenado presbítero em 6 de abril de 1957 na diocese de Rottenburgo.
Em 1961 obtém o doutoramento na Faculdade Teológica de Tubinga. Durante três anos foi assistente de Leo Scheffczyk e de Hans Küng. Em 1964 recebe a habilitação para ensinar teologia dogmática na Universidade de Münster e em 1970 para a Eberhard-Karls-Universität die Tubinga. Foi nomeado para presidir a Faculdade Teológica de Münster. A partir de 1983 é professor visitante da Universidade Católica da América em Washington D.C.
Em 1985 Kasper é nomeado secretário especial do sínodo extraordinário e se torna membro da Comissão Teológica Internacional. Foi nomeado Bispo da Diocese de Rottenburg-Stuttgart em 17 de abril de 1989. A ordenação episcopal decorreu a 17 de junho desse ano por Oskar Saier e teve como co-ordenantes o bispo de Mogúncia, Karl Lehmann e Franz Josef Kuhnle, bispo auxiliar de Rottenburg-Stuttgart.1 Kasper adotou o lema episcopal "Veritatem in caritate".
Kasper veio a ser presidente da comissão para a Igreja Universal e vice-presidente da comissão para a fé da Conferência Episcopal da Alemanha.
Em 1994 Kasper foi nomeado co-presidente da Comissão Internacional para o Diálogo Luterano-Católico e , em 16 de março de 1999, Secretário do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, razão pela qual, em 31 de maio de 1999 renunciou ao governo da diocese de Rottenburgo-Stuttgart.
Em 21 de fevereiro de 2001 foi elevado a cardeal, com o título de cardeal-diácono de Ognissanti in Via Appia Nuova.
Teólogo profundo, Kasper escreveu vários livros. Em 1993 e 2001 publicou a terceira edição do léxico para a teologia e para a Igreja. Em 3 de março de 2001 torna-se presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos.
No dia 1 de julho de 2010 o Papa Bento XVI aceitou o seu pedido de renúncia, por limite de idade, do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos.
No consistório ordinário público de 21 de fevereiro de 2011, o Papa Bento XVI elevou-o à ordem de cardeal-presbítero.

Referências

  1. Catholic Hierarchy. Página visitada em 18 de março de 2013.